Buscar

Comprando “gato por lebre”?

Atualizado: 15 de Dez de 2017


Seguidamente vejo profissionais que não tem a menor ideia de quanto realmente custa cada procedimento. Basicamente, os custos são divididos em CUSTOS FIXOS (aluguel, telefone, internet, etc) e CUSTOS VARIÁVEIS (produtos, energia elétrica, água, etc).

Digamos que eu apresente para você dois produtos:


Qual deles é mais barato?

Com certeza, obviamente você pensou no produto A, pois ele custa a metade do preço do produto B, certo?

ERRADO!


É assim que acabamos nos iludindo e comprometendo nosso lucro diariamente no salão.

Como?

Verifique a informação completa: o produto A custa R$ 100,00 e rende 10 aplicações. Portanto, se dividirmos o custo do produto pelo número de aplicações, temos:


R$ 100 custo ÷ 10 aplicações = R$ 10,00 por aplicação

Já o produto B custa R$ 200,00 e rende 25 aplicações. Então temos:

R$ 200,00 custo ÷ 25 aplicações = R$ 8,00 por aplicação


Conclusão: O produto B que você achou que era mais caro, na verdade, é mais barato que o produto A, mesmo custando o dobro do preço. Perceba ainda, que é 20% mais barato, percentual significativo.

O nome desse cálculo simples chama-se CPA: Custo Por Aplicação. Esse é o custo real que o produto tem em cada procedimento. É simples: basta dividir o custo total do produto pelo número de aplicações.

Bacana, né? Agora você pode saber, com certeza, quanto realmente custa o produto!


0 visualização