Buscar

Salões de beleza: o início do fim.

Atualizado: 22 de Nov de 2017


Sabe aquela rotina que os salões tem todos os dias? Pois é... isso pode estar com os dias contados!

Uma tendência vem tomando forma e vai mudar drasticamente o comportamento dos cabeleireiros e proprietários de salões de beleza.

Mais rápido que se previa e de forma mais intensa, esse fenômeno vai impactar a grande maioria dos salões. Por essa notícia, a maioria dos profissionais da beleza não esperava:

Comprar direto de fábrica é um excelente modelo de negócios. Com toda a tecnologia de informação, a ponte entre o fabricante e quem utiliza os produtos ficou muito mais curta. Vivemos na era da transparência, e cada vez mais as pessoas buscam a informação diretamente com quem mais entende do produto: a fábrica. E ainda, com o agravamento da crise, essa tendência está ganhando velocidade em vários mercados. Inclusive na beleza.

Por que?

Embora o atendimento “olho no olho” seja o mais tradicional, bater de porta em porta custa muito caro! Você já se deu conta do quanto custa cada visita dos vendedores? Combustível, alimentação, capital de giro, tempo... Pois é... Infelizmente, a margem de lucro sobre os produtos precisa ser muito alta, para cobrir todos esses custos. E quem paga essa conta? O cliente!

Por isso, as vantagens desse modelo de negócios são atrativas.

Essas são as top 10 vantagens de quem compra direto de fábrica:

1 – Preço mais acessível: as fábricas conseguem praticar para os profissionais preços semelhantes aos praticados para os distribuidores, chegando a até metade do preço usual. É como se o cabeleireiro pudesse comprar os mesmos produtos com até 50% de desconto sempre, pois não se trata de uma promoção, mas de venda direta.

2 – Suporte técnico: informações passadas de forma mais precisa e completa, direto de quem desenvolve o produto para o cliente que utiliza. Afinal, ninguém entende mais do produto do que quem o desenvolveu;

3 – Estoque: praticamente elimina a possibilidade de faltar produto. Distribuidores possuem estoque limitado, com frequente falta de alguns itens nos períodos de maior consumo. As fábricas possuem grandes estoques e reservas para esses períodos.

4 – Privacidade: sem visitas de vendedores enquanto o profissional está em pleno atendimento ou com clientes no salão;

5 – Comodidade: os pedidos são efetuados via internet. O cliente escolhe o melhor momento para realizar o pedido, com calma e tranquilidade, inclusive fora do horário de expediente se achar conveniente.

6 – Segurança: a maioria das empresas utiliza meios seguros de pagamento e garantia de entrega. O cliente deve ficar atento quanto à certificação da loja online (normalmente representada com um cadeado) e provas sociais (avaliação dos clientes, depoimentos, etc).

7 – Como o pagamento é online, evita o constrangimento de algum vendedor cobrar enquanto o profissional está em pleno atendimento ou com clientes no salão. Além disso, elimina o risco de a cliente descobrir qual é o custo dos produtos.

8 – Garantia de procedência e autenticidade dos produtos. Não confundir lojas de fábrica com plataformas de venda, como o MercadoLivre, que não se responsabiliza pelos anúncios. Nas lojas de fábrica, não há riscos de produtos falsificados e/ou danificados. Desconfie de preços muito baratos quando oferecidos por quem não é o próprio fabricante;

9 – Minimiza os riscos de problemas com o produto. A fábrica envia diretamente do seu estoque através de empresas especializadas em logística. Já os vendedores podem circular vários dias com os produtos dentro do veículo, sofrendo aquecimento por exposição ao sol e danos nas embalagens pelo atrito nas caixas.

10 – Tempo: geralmente as visitas dos vendedores ocorrem durante o horário de atendimento do salão. Se o profissional usar esse tempo para atender clientes ao invés de fornecedores, aumentará a sua produtividade e o seu faturamento;

Mas nem tudo são flores... Confira as desvantagens desse modelo:

1 – O cabeleireiro não tem o contato pessoal com o vendedor.

2 – O prazo de entrega normalmente é maior. Por isso, o ideal é organizar um pedido por mês.

3 – Embora ofereça preços bem mais acessíveis, o pagamento parcelado normalmente é feito por cartão de crédito, e à vista via boleto bancário ou transferência.

4 – Devido à grande redução nos preços dos produtos, um pedido mínimo é usual, porém normalmente adequado ao consumo médio dos salões.

Entre as principais queixas dos cabeleireiros, algumas são praticamente unanimidade: a dificuldade de atrair novas clientes, a quantidade de vendedores que tomam o tempo do profissional todos os dias e o preço exorbitante dos produtos de qualidade

Por isso, a proposta de que fábricas atendam diretamente os cabeleireiros é uma forte tendência no mercado. Pois mesmo que prejudique distribuidores e vendedores, beneficia muito aos profissionais e também às fábricas.

É o início do fim.

É o início de uma nova relação comercial entre fabricantes e profissionais, e o fim de um modelo de negócios considerado ultrapassado em vários segmentos.

Se você já compra direto de fábrica, comenta aqui embaixo como está sendo a experiência. Se você não é cabeleireiro, envie essa matéria para seu cabeleireiro, pois essa notícia pode ajudá-lo muito, e à você também!

333 visualizações